Receita diz que não haverá aumento de IOF

A alíquota está presente na vida de todos os cidadãos. Trata-se de uma variável de um cálculo tributário. Isso significa que a taxa varia de acordo com o valor sobre o qual ela está sendo pensada.

Sendo assim, um salário mais alto terá uma base de alíquota na tabela IRPF mais alta, enquanto salários mais baixos possuem alíquotas mais baixas.

Neste calendário, alíquota do IRPF 2019 representa um percentual de desconto sobre a base do salário recebido. Assim sendo, ela maior faz com que o desconto seja maior também.

Por isso mesmo é crucial compreender como funciona a tabela IRPF 2019, e acima de tudo compreender o impacto da alíquota sobre essa tabela, e sobre todos os serviços e produtos tributáveis.

Quem deve declarar

A declaração do Imposto de Renda é uma espécie de prestação de contas que o cidadão faz com o governo através da Receita Federal. No entanto, ela não é obrigatória a todos os cidadãos.

Veja quem deve declarar o Imposto de Renda e quais são alguns dos tópicos considerados na obrigatoriedade:


01. Pessoas que receberam no ano anterior valores tributáveis acima de R$ 28.559,70. Conta-se salários, aposentadoria, pensão, entre outros.


02. Pessoas que receberam valores não tributáveis superiores a 40 mil reais. Nesse caso inclui-se indenização trabalhista ou rendimento de caderneta de poupança.


03. Atividade rural com receita bruta superior a R$ 142.798,50;


04. Pessoas que possuam bens materiais com valor superior a 300 mil reais (carros, imóveis, etc).;


05. Acionistas da Bolsa;


06. Pessoas que vieram morar no Brasil definitivamente;


07. Pessoas que tiveram ganho de capital na venda de bens e direitos e pagou imposto.


Leave a Reply